LG Scarlet

Dei um pulo rápido outro dia no laboratório de pesquisa e desenvolvimento da LG para ver a LG Scarlet com Home Theater Sound (ou mais especificamente LG 42LG80FD). Eu estava preparando um especial para um jornal aqui de São Paulo e precisava fazer um teste rápido com a Scarlet sobre alta definição.

Primeiro, alguns detalhes técnicos: é uma TV LCD Full HD com 3 portas HDMI, 2 portas Video Componente, 1 entrada para PC, 1 porta SVideo, porta serial, conector USB e conversor de TV digital integrado.

E, diferente de todas as TVs de LCD e Plasma do mercado, a Scarlet com Home Theater Sound tem um diferencial de verdade: um subwoofer integrado escondido em sua parte traseira. Para que isso? Oras, se você tem uma sala pequena de televisão e nenhum (ou pouco) espaço para um home theater, essa Scarlet cumpre a tarefa muito bem, preenchendo o ambiente com 3.1 canais.

Ao lado de uma TV de tela plana sem o subwoofer, a diferença no som é perceptível, mesmo para ouvidos não-treinados (como os de um consumidor médio). Para ver um show no Blu-ray ou até mesmo um filme, vale a pena investir numa TV dessas.

Ah, sim, a alta definição: testei a Scarlet com Home Theater Sound com um videogame ligado (PlayStation 3) para ver seu desempenho em games com 60 frames por segundo (uma New Plasma se deu melhor nesse teste, com imagens mais dinâmicas) e em um filme em Blu-ray (“O Cavaleiro das Trevas”), com melhor desempenho nessa tarefa.

Um detalhe bem legal da Scarlet não tem nada a ver com alta definição ou qualidade de som: seu sensor de brilho ajusta a imagem de acordo com a luz ambiente permitindo assim economizar energia. É uma TV eco-amiga.

Scarlet

TAGS: