Diversas fabricantes são alvos de falsificação de celulares, popularmente chamado de xing-lings. Por isso existe uma variedade enorme de modelos de aparelhos piratas circulando nos mercados de produtos menos do que legítimos. No Brasil não é diferente: por causa do seu preço baixo, muitas pessoas escolhem comprar um celular pirata no lugar de um original.

Mas esse é um dos clássicos casos em que o barato pode sair caro: um aparelho pirata não tem garantia, é de baixa qualidade e nem sempre funciona como deveria, dentre outros fatores. Só que as falsificações estão ficando cada vez mais fidedignas, o que leva os consumidores a acreditarem que compraram um aparelho feito legitimamente pela marca mostrada no celular. Para evitar esse tipo de problema, veja algumas dicas de como descobrir se o celular que você está comprando é pirata.

Número IMEI - Todo o celular tem um número de IMEI associado a ele. No Brasil esse número tem que ser obrigatoriamente começado com 35, 11 ou 12. Para descobrir qual o seu número IMEI digite o código #*06# para exibí-lo. Outra boa atitude é conferir se o IMEI mostrado na tela é o mesmo que está na etiqueta impressa colada na caixa, o que nem sempre acontece com celulares falsificados.

Etiqueta e caixa - Fora da caixa as fabricantes colocam uma etiqueta do produto com várias informações. Um celular legítimo tem que ter nessa etiqueta os seguintes dados: número do IMEI, número de série, modelo, nome da operadora (ou BR caso seja desbloqueado), código de homologação da ANATEL e o CNPJ da fabricante. Já na caixa devem constar também o IMEI, Número de série, operadora e a frequência em que o celular opera.

Menu do celular - No caso de aparelhos da LG, nenhum deles é vendido sem oferecer a opção do idioma nacional. Então procure no menu do seu celular e veja as opções de línguas que ele oferece. Se consta apenas a opção de Português de Portugal e não está listada Português do Brasil, o aparelho pode ser falso.

Kit básico - Com o aparelho a LG vende um kit básico de itens dentro da caixa, como carregador, bateria, cabo USB. Eles variam de modelo a modelo, mas estão em todos. Para saber quais itens estão incluídos no kit básico de um determinado aparelho basta procurar pelo modelo no site da LG, ir na aba Especificações e abrir a sessão kit básico. No caso do LG Optimus One P500, por exemplo, o kit básico é composto do aparelho, bateria, carregador, fone de ouvido, manual do usuário, guia rápido, cabo de dados e cartão de memória MicroSD de 2 GB.

Essas são apenas algumas dicas para se prevenir na hora de comprar um celular. Aparelhos falsificados podem sim custar menos (por enquanto), mas é importante lembrar que somente celulares genuínos têm a qualidade, garantia e suporte técnico oferecido pela LG.

TAGS: